Nova Surpresa na Montanha-Russa de Atividades de M&A na América Latina



O mais recente Intralinks® Deal Flow Predictor revela que a atividade de M&A em estágio inicial na América Latina (LATAM) aumentou 11% em relação ao ano anterior, quase revertendo o declínio ano-a-ano de 13% do trimestre anterior.

LATAM passou por quatro trimestres consecutivos de aumentos e reduções alternados de um ou dois dígitos na atividade de M&A em estágio inicial. Esta instabilidade tem sido impulsionada pela grave recessão econômica do Brasil, em curso há dois anos, e pelas preocupações sobre o impacto na economia mexicana da agenda econômica protecionista do presidente norte-americano, Donald Trump.

Os principais propulsores por trás do aumento na atividade de M&A em estágio inicial na LATAM são a Argentina (alta de 90%) e o México (alta de 25%). Neste trimestre, a atividade de M&A em estágio inicial no Brasil permaneceu inalterada. Apesar disso, continuamos a acreditar que o Brasil pode surpreender positivamente em 2017, devido ao número de reestruturações empresariais esperadas para chegar ao mercado.

Dada a exposição da região aos EUA, acreditamos que essa instabilidade continuará em 2017, embora as reestruturações brasileiras possam propiciar um incremento.


Outras conclusões importantes sobre LATAM neste trimestre

De acordo com o último Intralinks Deal Flow Predictor, os anúncios de M&A no 2º trimestre de 2017 aumentaram em relação ao ano anterior na LATAM, com o crescimento mais intenso ocorrendo na Argentina e no México. Haverá estagnação ou ligeiro declínio nas atividades de M&A no Brasil, enquanto no Chile haverá redução.

Acreditamos que, no 2º trimestre de 2017, os setores de saúde e imobiliário são os que mais contribuirão para o crescimento no número de deals de M&A anunciados na América Latina.

#Akurat #FusõeseAquisições #DueDiligence #MA

Akurat Consultoria Empresarial
Rua Dr. Cesar, 1161 - Conj. 505
Santana- São Paulo - SP

mail: akurat@akurat.com​.br