Brasil TecPar anuncia compra de mais um provedor de internet

Desde 2019, a empresa já unificou 18 marcas e pretende atingir 200 mil clientes no Rio Grande do Sul até o final deste ano.


O Grupo Brasil TecPar anunciou nesta semana a compra do provedor regional “A Plateia”, de Santana do Livramento, no Rio Grande do Sul.

Recentemente, a empresa já tinha adquirido outro provedor da mesma localidade, a Nexus Telecom.


Com as duas aquisições, a Brasil TecPar passa a ser a maior operação de internet em Santana do Livramento.


A empresa vem expandindo a atuação no Rio Grande do Sul, principalmente na região da Campanha e Fronteira do estado.


Na região, a companhia opera com duas marcas, a Amigo Internet, com foco em serviços de internet, telefonia e TV para clientes residenciais, e a Ávato, voltada para soluções de TI, Cloud, Data Center, Firewall, PABX, e conectividade para empresas.

Desde 2019, a empresa já unificou 18 marcas.


Somente neste ano, foram quatro, entre elas a HDTurboNet (operação cidade de Cacequi/ RS) e Neogrid, além da Nexus Telecom e A Plateia.

“Com cada unificação, conseguimos manter a proximidade com a comunidade, entendendo a real necessidade dos clientes e melhorando o padrão de qualidade dos serviços através de investimentos em tecnologia e ampliação de rede”, afirmou Flávio Gomes, diretor comercial da Brasil TecPar.

A empresa espera alcançar a marca de 200 mil clientes no Rio Grande do Sul até o final deste ano.


Os valores de compra da Nexus Telecom e A Plateia não foram revelados.


Internet por fibra

O mercado de banda larga fixa está em alta no Brasil e tem atraído fortes investimentos no setor.


A demanda por infraestrutura de rede de fibra óptica tem motivado fusões e aquisições por todo o país, assim como faz o Grupo Brasil TecPar.


O interesse na internet por fibra tem despertado o interesse até mesmo de empresas internacionais, como é o caso da gestora de investimentos norte-americana HIG Capital, que pretende comprar até 10 provedores de internet no interior de São Paulo.


Já as grandes operadoras têm migrado para a oferta de redes neutras para o varejo, com a divisão de ativos e criação de novas empresas, como é o caso da Oi, com a InfraCo, a TIM, com a FiberCo, e a Vivo, com a Fibrasil.


Publicado em: www.minhaoperadora.com.br

6 visualizações0 comentário