top of page

Cartão de TODOS compra controle da Virtù para avançar em serviços digitais de saúde


O Grupo Cartão de TODOS adquiriu o controle da Virtù Soluções em Saúde para ampliar sua presença em telemedicina e avançar na área da saúde. A associação dá origem à Tutti Saúde Conectada, healthtech de medicina presencial e digital que oferece serviços de saúde – como consultas médicas, odontologia, psicologia, nutrição, exames e descontos em medicamentos – tanto diretamente para os pacientes, quanto por meio de outras empresas, como as varejistas TIM, Renner e o Grupo Boticário. A joint venture nasce do Grupo Cartão de TODOS, que faz a intermediação de descontos entre usuários do cartão e empresas parceiras, e da Virtù, que fornece soluções em saúde e tecnologia. Com isso, a Tutti surge como um complemento a serviços de saúde públicos, de olho em quem não tem plano de saúde, especialmente nas classes C e D, com a ideia de fornecer um tratamento primário por telemedicina e consultas em 40 áreas médicas e exames em serviços presenciais. “Queremos consolidar o conceito comece pelo digital, com atenção primária para a telemedicina para tirar o cliente do Dr. Google”, diz Pedro Villa, co-fundador e CEO da healthtech. “A consulta virtual serve, principalmente, para que o cliente não fique procurando os seus sintomas pela internet e se automedique.” Segundo ele, a partir da consulta virtual, o paciente é encaminhado à especialidade correta, caso seja preciso. “Telemedicina funciona bem se estiver de mãos dadas com o atendimento presencial”, diz ele. “Por isso, é possível ter um segundo momento presencial com o especialista, se necessário.” Os serviços são fornecidos por meio de planos com mensalidades entre R$ 9,99 e R$ 29,99. Eles podem incluir consultas de telemedicina, orientação à saúde com profissionais de enfermagem, serviços de auxiliares de nutrição ou psicologia; acesso à Rede Amor Saúde e descontos em medicamentos. “Não precisa entrar na fila de espera, o atendimento é mais rápido, o paciente estabelece relacionamento com o médico, e tem seu prontuário na clínica”, afirma Villa, em relação ao serviço público de saúde, para o qual a Tutti pretende se colocar como complementar. Além de telemedicina, outros atrativos estão previstos para popularizar o acesso à saúde digital para o público de baixa renda, como o incentivo ao uso de aplicativo, cashback e outros recursos de engajamento. De mãos dadas com o varejo Villa, que trabalhou anteriormente na área financeira de varejistas, afirma que a ideia da Tutti é trazer referências do setor para os serviços de saúde, como o conceito de “one stop shop” – “balcão único”, em tradução livre para o português, ou seja, local no qual vários serviços são colocados à disposição para que o cliente resolva diversos problemas em um único lugar. A healthtech também trabalha com o modelo B2B2C (“business to business to client”, ou “empresa para empresa para cliente”), por meio de parcerias diretamente com varejistas para oferecer seus serviços financeiros por meio dessas empresas. B2B2C é o sistema no qual empresas oferecem seus serviços para o cliente final por meio de uma outra companhia. Na prática, o cliente está comprando da intermediadora, com o logo daquela companhia, mas é outra empresa que de fato executa a operação. Com o acordo firmado com a TIM, a empresa oferece serviços para os clientes da operadora de telefonia. “A TIM estava avaliando uma parceira de saúde e viu em nós o modelo ideal, pois é a união da capilaridade da TIM com a estrutura do Cartão de TODOS e a tecnologia da Virtù”, afirma Villa. O mesmo acontece com outras empresas, como a Realize Soluções Financeiras, a financeira do Grupo Renner, e com revendedores do Grupo Boticário, para quem a Tutti também irá disponibilizar seus serviços. Em breve, a healthtech lançará serviços específicos para Saúde da Mulher, Saúde 60+, Saúde Mental e Saúde do Corpo e Emagrecimento, também em modelo de assinaturas, a partir de R$ 49,99. “Ao invés de procurar serviços de saúde quando estiverem doentes, queremos que as pessoas procurem os nossos serviços para não ficarem doentes, é para isso que serve a nossa tecnologia”, diz. “Sugerimos os próximos exames que devem ser feitos, se está na hora de visitar determinado médico, de fazer um exame preventivo E isso passa por interações digitais e presenciais.” As consultas e exames são feitos por meio da parceria com a AmorSaúde, sistema de clínicas populares associada ao Grupo Cartão de TODOS que possui cerca de 420 unidades espalhadas pelo País, em todas as cidades brasileiras com mais de 100 mil habitantes. “O plano do grupo é ampliar essa cobertura para as cidades com mais de 50 mil habitantes, com isso, muitos municípios menores terão uma clínica a 40 ou 50 km de distância”, afirma Villa. “Com esse alcance, fechamos o ciclo de apostar no digital, sem abrir mão de suporte físico pleno, encurtando o tempo não só entre sintoma e diagnóstico, mas também entre diagnóstico e tratamento, entre outras vantagens.”



4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page