top of page

Unico paga R$ 150 milhões pela brasileira MakroSystems



A Unico, um dos nomes mais quentes no mercado brasileiro de identidade digital, acaba de adquirir a MakroSystems Services Solutions, desenvolvedora de soluções para segurança de transações financeiras em canais web e mobile, por R$ 150 milhões. A aquisição, feita em parte em ações, é a primeira compra com o caixa do aporte de US$ 100 milhões (cerca de R$ 467 milhões) levantado em rodada série D liderada pela Goldman Sachs Asset Management em abril deste ano, quando a IDTech foi avaliada em US$ 2,6 bilhões. Ativa desde 2006 e com sede na capital paulista, a MakroSystems tem como clientes bancos e redes de pagamentos, dentre os quais estão o C6 Bank e o Santander Brasil. Seu software busca identificar ações que fogem do padrão nas instituições, para então bloquear as transações suspeitas. De acordo com o Brazil Journal, a aquisição advém de uma sinergia a partir da qual a IDTech enxergou a oportunidade de tornar a solução de biometria facial Unico Check, principal produto da empresa, mais robusta, convergindo os dois produtos em um só. Diego Martins, fundador da Unico, abriu ao portal que está “em conversas com outras startups no Brasil e no exterior”, focando as próximas aquisições em internacionalização e fortalecimento de outros produtos, como o Unico People. Desde a sua fundação, em 2007, a Unico fez outras seis compras: em 2009, a dotBR, desenvolvedora de software de gerenciamento de documentos e workflow; em 2017, a Arkivus, de biometria facial; e em 2020, a Meerkat, de análise de imagens. Já em 2021, o unicórnio brasileiro comprou a ViaNuvem, especializada em ferramentas que permitem a concessionárias vender carros on-line, a CredDefense, também de soluções de biometria facial, e a SkillHub, startup de benefícios em educação. A Unico é a líder no país em tecnologia de biometria facial, com projetos implementados em mais de 600 empresas, entre elas Itaú, Santander, Bradesco, Magalu, Pernambucanas, C6Bank, Banco Original e B2W. Sediada em São Paulo, possui escritórios em Londrina, Porto Alegre e Rio de Janeiro. Ano passado, a empresa encerrou o ano com aumento de 180% em sua receita, além de estimar que mais de R$ 70 bilhões em fraudes foram poupados através de suas soluções, conforme o Startupi.


PUblicado em: baguete.com.br


5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page