Tivit compra Sensr IT



A Tivit acaba de fechar a compra da Sensr IT, uma empresa paulista dona de uma plataforma de soluções para gerenciamento integrado de serviços e governança em TI. A companhia é a quarta aquisição pública da Tivit depois de ter lançado no final de 2020 o Tivit Ventures, um braço de investimentos com R$ 400 milhões para aquisições até 2025 (o número total é sete, incluindo startups internas das quais a empresa não falou ainda). Fundada em 2017, a Sensr IT (a empresa escreve seu nome SENSR .IT, o que parece pouco legível para esse repórter) tem cerca de 10 funcionários e sextuplicou de tamanho nos últimos dois anos, contando hoje 18 mil usuários ativos. A solução da empresa tem sete módulos, contemplando a gestão de contratos e fornecedores, de disponibilidade, demandas, riscos e compliance, projetos ágeis, tarefas e o CIO Cockpit, que traz ferramentas de planejamento estratégico, KPIs e OKR gamificado. Os fundadores são o CEO Fabio Varricchio, ex-diretor de TI da Disoft e CIO da Parmalat; junto com o CTO, Fabrício Silva, que atuou na área de TI da Adubos Araguaia e Arroz Tio Jorge, duas empresas goianas, antes de abrir uma consultoria própria. A Sensr IT teve sua primeira rodada de aporte em 2018 pelo grupo Daryus e esteve entre as startups mais inovadoras em TI segundo a 100 Open Startups em 2020 e 2021. “A empresa nos chamou a atenção pela capacidade de proporcionar avaliações técnicas muito bem detalhadas que fundamentam uma gestão completa de toda a área da TI em diferentes departamentos das empresas, aumentando consideravelmente a maturidade para a tomada de decisão focada nos negócios”, afirma Eduardo Sodero, CSO da Tivit e responsável pela estratégia e aquisições. A empresa é bem o tipo de ativo no qual a Tivit (bom, e meio mundo também) está de olho: companhias com soluções oferecidas como serviço com grande potencial de crescimento. Em julho, a Tivit comprou a Lambda3, uma empresa paulista especializada em desenvolvimento de software e metodologias ágeis. A adquirida tem 120 funcionários e atende clientes como Banco ABC, Fast Shop e Banco Carrefour, além de clientes internacionais. Antes, foi comprada a DevApi, uma startup de Maringá, no Paraná, com 10 funcionários e soluções de integração de plataformas como serviço (iPaaS, na sigla em inglês) e gestão de APIs. A outra compra divulgada foi a da Privally, uma startup especializada em soluções de gerenciamento de segurança e privacidade focada em LGPD, em dezembro de 2020. A empresa também é pequena, com 14 funcionários.


Publicado em: baguete.com.br


21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo