top of page

Thomson Reuters vai adquirir empresa jurídica de IA Casetext por US$650 mi


A Thomson Reuters disse que concordou em adquirir a Casetext, uma startup jurídica com um assistente de inteligência artificial para profissionais do direito, em um acordo de 650 milhões de dólares à vista. O diretor financeiro da Thomson Reuters, Michael Eastwood, disse no mês passado que a empresa planeja gastar cerca de 100 milhões de dólares por ano para investir em inteligência artificial (IA), o que será separado do orçamento de fusões e aquisições da empresa de notícias e informações, que é de cerca de 10 bilhões de dólares até 2025. Um dos principais produtos da Casetext é o CoCounsel, um assistente jurídico de inteligência artificial lançado em 2023 e alimentado por GPT-4 que fornece revisão de documentos, memorandos de pesquisa jurídica, preparação de depoimentos e análise de contratos em minutos, disse a Thomson Reuters em um comunicado. A startup obteve acesso antecipado ao grande modelo de linguagem GPT-4 da OpenAI, o que a permitiu desenvolver soluções com a nova tecnologia e refinar casos de uso para profissionais jurídicos, acrescentou. A empresa emprega 104 funcionários e seus clientes incluem mais de 10 mil escritórios de advocacia e departamentos jurídicos corporativos. A aquisição da Casetext é mais um passo para levar soluções de IA generativas aos clientes, disse Steve Hasker, presidente e CEO da Thomson Reuters. A inteligência artificial generativa é um tipo de inteligência artificial que gera novos conteúdos ou dados em resposta à solicitação de um usuário. A expectativa é que o negócio seja fechado no segundo semestre de 2023, sujeito a aprovações regulatórias específicas e condições habituais de fechamento.

Fonte: msn.com

(Reportagem de Bharat Govind Gautam em Bengaluru)

6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page