top of page

SMART Global Holdings conclui desinvestimento estratégico na SMART Brasil


No último dia 30 de novembro, por quase 166 milhões de dólares, a Shenzhen Longsys Electronics fechou a aquisição de 81% da SMART Modular Technologies do Brasil – Indústria e Comércio de Componentes Ltda., que antes da transação estava avaliada em 205 milhões de dólares, portanto, o acordo exigia um pagamento inicial de 170 milhões e um pagamento diferido de 35 milhões, o restante (cerca de 28 milhões) será pago 18 meses após o fechamento.

 

A operação foi realizada por intermédio da Lexar Europe B.V., subsidiária holandesa da Shenzhen, que foi assessorada por Pinheiro Neto Advogados e Sidley Austin LLP, enquanto a SMART Global Holdings, Inc. (matriz luxemburguesa da SMART Brasil) foi assessorada por Machado Meyer Advogados e Latham & Watkins LLP, embora nenhum deles tenha confirmado sua participação no momento da publicação deste documento.


A SMART Modular Technology projeta, desenvolve e empacota soluções de memória especializadas, incluindo memória e armazenamento híbrido Flash e DRAM padrão e herdado, além de soluções de memória e armazenamento prontas para uso, e oferece suporte técnico avançado essencial de SSD e serviços de teste para data centers, IA, aprendizado de máquina, data centers e aplicações de missão crítica nos setores aeroespacial e de defesa.

 

A SMART Brasil é uma empresa independente para o mercado local que monta e testa módulos para fabricantes de eletrônicos que são vendidos aos consumidores brasileiros. A SMART Global Holdings alienou a SMART Brasil para aumentar suas margens brutas após o fechamento. De acordo com o CEO Mark Adams, a venda permitirá à empresa concentrar-se na sua estratégia de fornecer soluções de alto desempenho e alta disponibilidade a clientes empresariais, ao mesmo tempo que aumenta os seus investimentos em investigação e desenvolvimento.


Por Rosa Ramos




2 visualizações0 comentário

留言


bottom of page