top of page

Rede de supermercados Dia planeja vender operações no Brasil, diz jornal


A rede Dia estaria planejando vender as operações no Brasil. A ideia seria focar nos negócios do país originário, a Espanha, onde a marca está consolidada e tem retorno mais rápido de investimento. A informação foi divulgada nesta terça, 31/10, pelo jornal Valor Econômico. Segundo a reportagem, as operações do Dia no Brasil são consideradas deficitárias e com baixos resultados e a empresa de consultoria financeira e gestão de ativos Lazard foi contratada para buscar um novo investidor. Procurado pela reportagem da Mercado&Consumo, o Grupo Dia informou, por meio de nota, que está focado “nas operações diárias para continuar avançando na consolidação do crescimento”. “No decurso normal das atividades, avaliamos continuamente diversas oportunidades estratégicas sem ter, até esta data, novidades a comunicar neste sentido. O Grupo informará ao mercado caso se concretize alguma nova operação estratégica.” Além de Espanha e Brasil, o grupo também tem lojas em Portugal e na Argentina. A rede de supermercados tem, atualmente, cerca de 600 lojas no Brasil. Desempenho do setor No mês de setembro o setor supermercadista registrou um crescimento de 5,2% na quantidade de vendas em relação ao mesmo mês do ano passado. A informação é da Scanntech, uma empresa de inteligência de dados para o varejo. O resultado representa um aumento expressivo na comparação com o acumulado do ano, que registra um aumento de 1,3% no número de unidades vendidas. Entre os canais, os atacarejos registraram vendas mais fortes contra os supermercados, +6,8% e +5,0%, respectivamente. Analisando a variação das vendas em setembro de 2023 em relação ao ano de 2022, o estado de São Paulo e a região Sul tiveram crescimento do faturamento acima da média (6,1%) frente às demais regiões do País. As regiões Centro-Oeste (+5,6%), Nordeste (+5,0%) e Norte (+2,0%) ficaram abaixo da média nacional na variação mensal do faturamento. Entre os produtos mais vendidos em setembro o destaque vai para o segmento de bebidas que aumentou as vendas unitárias em 15%, com destaque para cerveja (13,4%), suco pronto (16,2%) e refrigerante (10,2%).



8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page