Notre Dame aumenta aposta no Sul com Hospital Maringá

Compra no valor de R$ 92 milhões sucede aquisições em Londrina e em Porto Alegre

A NotreDame Intermédica anunciou que sua subsidiária BCBF adquiriu o Hospital Maringá, na cidade de Maringá (PR), por R$ 92 milhões. Uma parte do pagamento será à vista, em dinheiro, na data de fechamento, descontados o endividamento líquido, outra parcela no prazo de dois anos (sujeito ao atingimento de certas metas operacionais) e uma parcela retida por seis anos para eventuais contingências.


O Hospital Maringá é um dos mais tradicionais da região, contando com uma infraestrutura de 81 leitos (12 UTIs), sete consultórios e seis salas cirúrgicas em um imóvel próprio com uma área total de 6,3 mil metros quadrados. "O Hospital Maringá, em conjunto com a recente aquisição do Hospital do Coração de Londrina, busca impulsionar a presença da companhia na região, através das cidades de Maringá e Londrina, importantes polos de desenvolvimento populacional e econômico do Paraná, e que contam, de forma conjunta, com aproximadamente 1,9 milhão de habitantes e 555 mil beneficiários de planos de saúde", relata o fato relevante.


No ano passado, o Hospital Maringá apresentou uma receita líquida de R$ 42,9 milhões. O plano de integração prevê sinergias operacionais e administrativas com as operações da Clinipam do Paraná. Com o anúncio da transação, a companhia demonstra a intenção em manter sua estratégia de crescimento na região sul. Há uma semana o grupo também anunciou a aquisição do Centro Clínico Gaúcho (CCG) por R$ 1 bilhão.


A consumação da operação está sujeita a certas condições precedentes, no entanto a Notre Dame afirma que não está sujeita à aprovação prévia da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e nem do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).


Publicado em: amanha.com.br

3 visualizações0 comentário