top of page

Modelagem financeira: o que é e como fazer?


A modelagem financeira é o processo de criar uma representação simplificada da realidade financeira de uma entidade. Ela usa dados históricos, premissas e cálculos para estimar o desempenho futuro, o valor e os riscos financeiros. Ela pode ter diversos objetivos, como avaliar investimentos, planejar orçamentos, otimizar recursos, simular cenários, tomar decisões estratégicas e comunicar informações financeiras. A modelagem financeira requer conhecimentos de contabilidade, finanças, matemática e informática. O que é a modelagem financeira? A modelagem financeira é um sistema de análise utilizado por investidores para realizar projeções em relação a uma empresa. Ela permite representar o desempenho futuro de uma empresa, seja para projetar o fluxo de caixa, calcular o valor justo de uma oferta pública inicial (IPO) ou fazer uma avaliação. Essa técnica se baseia na criação de um panorama que englobe o cenário atual e simule diferentes situações futuras resultantes das ações do presente. Isso é realizado por meio da organização de uma série de dados numéricos e fórmulas capazes de retratar a realidade de um investimento, podendo ser feito com o auxílio de softwares especializados ou, mais comumente, por meio de planilhas personalizadas no Excel. É, portanto, um dos fatores primordiais na tomada de decisão do investidor, já que ele vai determinar, a partir das premissas que inserir nela, o valor presente daquela determinada companhia. A partir do valor presente, é possível compará-lo com o valor atual de mercado e entender se a empresa está sendo negociada a um valor equivalente ou não. Além do processo de investimento, ela é bastante utilizada para as operações de M&A (fusões e aquisições), quando duas empresas se unem ou quando uma empresa faz a compra de outra companhia. Da mesma maneira, a partir da modelagem financeira, os gestores tomam a decisão de qual seria o preço justo para adquirir determinada companhia ou o quão grande a empresa ficaria caso ela se una a outra. Para que ela serve? A modelagem financeira é uma ferramenta muito utilizada para auxiliar no processo de gestão de um projeto. Ela projeta cenários financeiros possíveis partindo da análise do cenário atual e de um conjunto de premissas. Ela é um recurso que permite fazer projeções para uma empresa a fim de descobrir se vale a pena investir ou não. Além disso, é uma ferramenta muito importante, pois é um dos fatores primordiais na tomada de decisão do investidor. Ela também é bastante utilizada para as operações de M&A (fusões e aquisições), quando duas empresas se unem ou quando uma empresa faz a compra de outra companhia.

Alguns dos usos da modelagem financeira:

  • Avaliar a organização e o funcionamento da empresa, comparando cenários;

  • Gerenciar riscos, estudando o que vale a pena ser feito ou não;

  • Decidir se uma mudança seria vantajosa ou não;

  • Descobrir se uma estratégia ou investimento se manteria sustentável a médio e longo prazo;

  • Definir a alocação do capital.

Qual é a importância da modelagem financeira? A modelagem financeira é uma ferramenta essencial para a tomada de decisões em investimentos e gestão de empresas. Aqui estão alguns pontos que destacam sua importância:

  • Projeção de cenários financeiros: A modelagem financeira permite projetar cenários financeiros possíveis com base na análise do cenário atual e de um conjunto de premissas.

  • Análise de investimentos: Serve para fazer projeções para uma empresa a fim de descobrir se vale a pena investir ou não. Isso pode se referir a uma empresa, uma carteira de negócios, uma ação, entre outros.

  • Auxílio na tomada de decisão: A modelagem financeira é uma ferramenta que auxilia na tomada de decisão. Ela representa uma situação de investimentos no curto ou longo prazo.

  • Determinação do valor da empresa: Ela é um dos fatores primordiais na tomada de decisão do investidor. Ela determina o valor presente da empresa com base nas premissas inseridas.

  • Comparação com o valor de mercado: Com o valor presente, é possível compará-lo com o valor atual de mercado. Assim, é possível entender se a empresa está sendo negociada a um valor equivalente ou não.

  • Operações de M&A (fusões e aquisições): A modelagem financeira é bastante utilizada para as operações de M&A, quando duas empresas se unem ou quando uma empresa faz a compra de outra companhia.

  • Gerenciamento de risco nos investimentos: A modelagem financeira ajuda a otimizar o gerenciamento de risco nos investimentos.


Portanto, a modelagem financeira é uma ferramenta valiosa que auxilia na análise e tomada de decisões financeiras. Como é o processo de construção da modelagem financeira? A modelagem financeira é um processo complexo que envolve a construção de modelos para representar as operações financeiras de uma empresa. Aqui estão os passos básicos para a criação de uma modelagem financeira:

  • Escolha da ferramenta: A modelagem pode ser feita por uma série de softwares especializados. No entanto, o método mais difundido se vale do uso de planilhas de Excel, que permitem maior personalização.

  • Definição do objetivo: Uma vez que a modelagem pode ser utilizada para diferentes fins, é preciso definir qual o objetivo principal a ser alcançado, para consolidar estratégias.

  • Coleta e organização dos dados: A modelagem financeira se baseia na organização de uma série de dados numéricos e fórmulas capazes de estipular a realidade de um investimento. Isso inclui informações sobre receitas, despesas, ativos, passivos e fluxos de caixa.

  • Análise e projeção: A modelagem financeira serve para fazer projeções sobre um investimento. Ela se fundamenta na elaboração de um panorama que contemple o cenário atual e simule diferentes situações futuras que podem ocorrer pelas ações do presente.

  • Avaliação e tomada de decisão: Com base nas projeções geradas pela modelagem financeira, os gestores ou investidores podem tomar decisões informadas sobre novos negócios ou investimentos. É importante destacar que a modelagem financeira é uma ferramenta valiosa, mas também complexa. É importante ter um profundo conhecimento do mercado financeiro e das operações da empresa para utilizá-la efetivamente.


Fonte: isardinha.

13 visualizações0 comentário
bottom of page