top of page

Magazine Luiza: “erros contábeis” diminuem patrimônio líquido em R$ 322,1 milhões

O gigante do varejo Magazine Luiza (MGLU3) anunciou nesta terça-feira (13/11) a identificação de incorreções em seus lançamentos contábeis relacionados a bonificações a fornecedores, resultando na necessidade de reapresentação de suas demonstrações financeiras, conforme comunicado oficial.


A varejista esclareceu que as irregularidades nos lançamentos contábeis foram descobertas no curso de investigações internas conduzidas em colaboração com os escritórios TozziniFreire Advogados e PwC, após uma denúncia anônima mais abrangente que havia sido reportada em março deste ano.


Roberto Belissimo, diretor financeiro do Magazine Luiza, detalhou os equívocos durante uma entrevista ao InfoMoney, destacando que houve lançamentos antecipados de bonificações antes do cumprimento das obrigações de desempenho, em contrariedade ao CPC 47.


O impacto total desses erros no patrimônio do Magazine Luiza foi estimado em R$ 829,5 milhões.


A empresa, no entanto, mitigou o impacto do erros nos lançamentos em patrimônio líquido utilizando créditos fiscais no valor de R$ 688,7 milhões, o equivalente a R$ 507,4 milhões líquidos de impostos.


A Magazine Luisa destacou que as incorreções originaram-se das chamadas notas de débito, documentos utilizados para o reconhecimento contábil das receitas de bonificações a fornecedores. Segundo a empresa, algumas dessas notas foram emitidas e assinadas por fornecedores sem a devida observação das obrigações de desempenho, que variam conforme as especificidades de cada negociação e em um momento específico no tempo.


Como resposta a essas descobertas, o Magazine Luiza realizou as correções necessárias nos lançamentos contábeis pertinentes, as quais foram refletidas nas demonstrações financeiras do terceiro trimestre divulgadas hoje.


9 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page