KPTL investe R$ 3 milhões na Ecotrace

Startup tem sistema para rastrear produtos dos mercados de carne bovina, aves e algodão.



A Ecotrace, startup especializada em rastreabilidade com sistema baseado na tecnologia blockchain, acaba de receber um aporte de R$ 3 milhões com recursos do Fundo Criatec 3, criado pelo BNDES e gerido pela KPTL.


A startup foi fundada em 2018 por Flavio Redi, cofundador da Gestão Agropecuária (GA), que desenvolveu um software para gerenciamento de confinamento de gado. Outros dois empreendedores acompanham Redi na liderança da companhia: Eric Luque, CTO da empresa, e Antônio Hélio Waszyk, ex-Nestlé e primeiro investidor-conselheiro na startup.


Eles iniciaram sua atuação no mercado de carne bovina e logo expandiram para as áreas de aves e algodão. Sua plataforma possibilita digitalizar a rastreabilidade para prover e consultar informações mais rápido para recalls e exportação, por exemplo.

Segundo a startup, sua solução faz uma integração com os ERPs das empresas e com soluções de internet das coisas e inteligência artificial, que possibilita coletar informações com a menor margem de erro possível.


“A rastreabilidade hoje nas grandes companhias está incorporada no ERP e com isso fica muito mais lento para qualquer ajuste ou adequação de processo de acordo com a demanda de abertura de novos mercados. Quando digitalizamos a rastreabilidade, trazendo os dados para uma camada separada do ERP, ganhamos agilidade para respostas rápidas exigidas pelo mercado”, explica Flavio Redi, CEO da Ecotrace.


Entre seus principais clientes, estão empresas de proteína animal, como JBS, Minerva e Frigol, e da cadeia do algodão, como a Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (ABRAPA).


Até então, a Ecotrace já havia captado dois investimentos-anjo e agora totaliza R$ 5 milhões recebidos. Com o caixa abastecido, pretende investir em melhorias em suas ferramentas e escalar o projeto rapidamente.


Segundo a KPTL, o que chamou a atenção na startup foi a complexidade da solução e a sua velocidade de tração.


“A Ecotrace tem uma mistura de aspectos sedutores para quem investe em inovação e tecnologia no agro. De um lado, um empreendedor maduro e profundo conhecedor do setor por mais de 12 anos. De outro, resultados expressivos em apenas três anos de vida”, resume Renato Ramalho, CEO da KPTL.


Com o novo investimento, a KPTL chega a nove agtechs em seu portfólio, se consolidando como uma das principais gestoras no segmento.

A KPTL é uma gestora de venture capital com ativos na ordem de R$ 1,2 bilhão e quase 60 empresas investidas. Sediada em São Paulo, a empresa tem seis escritórios espalhados pelo Brasil e um em Los Angeles, nos Estados Unidos.


Fundada a partir da fusão entre a Inseed Investimentos e a A5 Capital Partners, a companhia é gestora do Fundo Criatec 3, criado pelo BNDES em 2016.

Com atuação nacional, o Criatec 3 conta com mais 10 cotistas além do BNDES e já fez mais de 20 investimentos em startups de diversos setores como agronegócio, energia, mídia, varejo e tecnologia da informação.


Publicado em: www.baguete.com.br


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Akurat Consultoria Empresarial
Rua Dr. Cesar, 1161 - Conj. 505
Santana- São Paulo - SP

mail: akurat@akurat.com​.br