iFood compra startup Hekima


A iFood, aplicativo de entregas líder na América Latina, comprou a Hekima, empresa de inteligência artificial, ciência de dados e big data sediada em Belo Horizonte. O valor da compra não foi divulgado. Como parte do acordo, todos profissionais da Hekima se juntam ao time do iFood, prática conhecida como acqui-hiring. A startup passa então a contar com mais de 100 profissionais especializados e se consolida como a empresa com o maior time de inteligência artificial da América Latina dedicada ao segmento. De acordo com a iFood, os experts em data science e inteligência artificial vão contribuir para entregar inovações que trarão melhorias na experiência dos restaurantes, parceiros de entrega e consumidores. “As iniciativas com foco em IA tem como objetivo reter talentos ao criar oportunidades atrativas no Brasil para experts trabalharem em tecnologias inovadoras no âmbito mundial", ressalta Bruno Henriques, vice-presidente de inovação e crescimento do iFood. A Hekima foi fundada em 2008 por nove profissionais. Em 2015, a empresa trouxe uma CEO de fora: Marcia Asano, vinda do cargo de head de big data no Grupo Abril. “Ficamos muito atraídos pela proposta da iFood, olhando para sua cultura de inovação, para os grandes desafios que a empresa já está solucionando e pela importância que inteligência artificial tem para o negócio”, afirmou Victor Salles, co-fundador da Hakima e cientista de dados líder na iFood. Depois de receber um investimento de US$ 500 milhões em novembro de 2018, o iFood expandiu seu foco em inteligência artificial. Em abril do ano passado, a empresa anunciou o lançamento da AI Academy, voltado a pesquisa e desenvolvimento em machine learning, deep learning e ciências comportamentais para melhorar a experiência do consumidor e eficiência de entrega. A partir deste ano, a empresa planeja iniciar a entrega por drone e robô, além de criar e aprimorar seus próprios mapas digitais e rotas que resultam no aumento da previsibilidade das entregas. "A chegada dos especialistas em IA da Hekima reforça nossa visão de crescimento futuro, onde tecnologias inovadoras serão o motor das operações da iFood", afirma Fabricio Blosi, CEO do iFood. Como todas as áreas do iFood têm como base o uso de dados e IA para tomadas de decisão, todos os colaboradores estão passando por treinamentos para entender o uso de IA no negócio. De acordo com a empresa mais 2,3 mil pessoas de diferentes áreas terão passado pelo treinamento até o final de 2020. Há oito anos no mercado, a iFood é de origem brasileira e está presente também no México e Colômbia. São mais de 26,6 milhões de pedidos por mês, mais de 131 mil restaurantes cadastrados na plataforma em 912 cidades. A iFood conta com o investimento da Movile, líder global em marketplaces móveis, e da Just Eat, uma das maiores empresas de pedidos on-line do mundo. À medida que as grandes startups enfrentam problemas com mão de obra para manter o ritmo de expansão das suas equipes, a prática de acqui-hiring está se tornando mais comum. O Nubank, por exemplo, anunciou a aquisição da Plataformatec, companhia especializada em engenharia de software e metodologias ágeis, no início deste mês. O objetivo foi assimilar o time da empresa com 50 profissionais de engenharia, software e metodologias ágeis. No ano passado, a Loggi adquiriu o empreendimento de inteligência artificial WorldSense e a Gympass comprou a Flaner recentemente pelo mesmo motivo.


Publicado em: baguete.com.br


Akurat Consultoria Empresarial
Rua Dr. Cesar, 1161 - Conj. 505
Santana- São Paulo - SP

mail: akurat@akurat.com​.br