IDC: mercado de serviços de TI cresce 3,5% no Brasil em 2020

Inovação e digitalização de processos contribuíram. LGPD também motivou investimentos, mas ainda há espaço


O mercado de serviços de TI no Brasil cresceu 3,5% em 2020 em relação ao ano anterior, ultrapassando os R$ 42 bilhões. A conclusão faz parte de um estudo – o Brazil Semiannual Services Tracker 2020 – realizado pela IDC Brasil e divulgado nesta terça (20). Ele se debruça sobre serviços gerenciados, orientados a projetos e suporte.


Um dos temas que acelerou o mercado do país em 2020 foi a Lei Geral de Proteção de Dados, a LGPD, que entrou em vigor em agosto. Segundo o IDC, apesar de a maior parte das organizações já terem ações em andamento em 2020, apenas metade afirmou estar avançada nas ações de adequação à legislação.


Para Luiz Fernando Monteiro Francisco, analista sênior do IDC Brasil para o setor de serviços, esses dados indicam que ainda há espaço para projetos e um gap de maturidade relativo ao tema.


Projeções para 2021

Para a IDC Brasil, a atual cotação do dólar deve continuar inibindo o consumo de equipamentos e componentes, o que deve refletir em projetos de ampliação e modernização de bases instaladas nas corporações. Para 2021, a empresa projeta crescimento acima de 5% no mercado de serviços de TI, e uma retomada mais relevante, em especial para serviços gerenciados, a partir de 2022.


“A dinâmica dos negócios no início desse ano mostra alguma desaceleração frente ao planejado inicialmente, muito por conta do agravamento das condições da pandemia”, analisa Monteiro. “Ainda assim, a perspectiva é boa pois, na medida em que a população for vacinada, o ritmo das negociações e o humor do mercado devem melhorar, acelerando a prestação e o consumo de serviços de TI pelas corporações.”


Publicado em: itforum.com.br

8 visualizações0 comentário