Globant vai dobrar no Brasil

Discreta no país, gigante argentina quer chegar a 1,4 mil funcionários até 2022.



A Globant, multinacional argentina de desenvolvimento de software com uma presença até agora discreta no Brasil, quer atingir outro patamar no país até 2022, dobrando sua equipe local para 1,4 mil funcionários.

Com as contratações, a equipe brasileira aumenta seu peso relativo no total de funcionários, que hoje é de 20 mil distribuídos em 18 países. A Globant abriu um escritório em São Paulo em 2014.

“Acreditamos que a abordagem única que a Globant traz, somada ao talento e à criatividade do povo brasileiro, vai gerar um tremendo impacto em nossos clientes”, afirma Carlos Morais, managing director da Globant no Brasil.

A empresa parece estar acertando seu passo no Brasil, incluindo trocas no topo. Em setembro de 2020, a empresa anunciou Alexandre Thomaz, ex-diretor de serviços de consultoria e outsourcing de TI da IBM, para ser o seu diretor executivo no Brasil.

Na época, a Globant divulgou uma nota, falando em “expansão de suas operações no Brasil” e “solidificar sua presença na região”, mas sem dar maiores detalhes. Thomaz deixou a Globant há dois meses, para assumir como VP no Gartner.

Morais, que já estava na Globant desde junho de 2020, assumiu o cargo discretamente, sem grandes divulgações. O executivo foi diretor geral por 10 anos na Avanxo, uma consultoria de cloud adquirida pela Globant.


Nomes à parte, a Globant vem solidificando sua presença no país há mais tempo. Além da compra da Avanxo, outro passo importante foi a aquisição da compatriota GA, com atuação na área de software de gestão empresarial e uma presença de uma década no Brasil.

Até 2015 conhecida como Grupo Assa, a GA é parceira SAP e Oracle e tem atuado em áreas em alta como ciências de dados e nuvem. Ao todo, a empresa tem 1,1 mil profissionais.

Em nível mundial, a Globant atende clientes como Google, Rockwell Automation, Electronic Arts e Santander. No Brasil, a empresa faz mistério, falando apenas em “empresas líderes do segmentos de seguros, automóveis, mídia e finanças”. A Globant é um benchmark para outras empresas latino americanas de desenvolvimento de software.

A empresa foi apontada como "Worldwide Leader of Digital Strategy Consulting Services” pelo relatório IDC MarketScape e foi ainda a primeira empresa latino americana a abrir capital nos Estados Unidos, ainda em 2014.

No ano passado, a receita total foi de US$ 814 milhões, uma alta de 23,5% frente aos resultados do ano anterior.


Publicado em: www.baguete.com.br

8 visualizações0 comentário