FindUP, startup que funciona como o 'Uber do TI', recebe aporte de R$ 5 milhões



A FindUp, empresa que oferece serviços de técnicos de informática por meio de um aplicativo, recebeu um aporte de R$ 5 milhões da gestora de venture capital DOMO Invest. O montante será usado para reforçar os canais de vendas e marketing da companhia. A startup foi criada em 2015, ainda com foco em atender pessoas físicas. Com o tempo, porém, a empresa foi mudando sua estratégia para atender principalmente grandes empresas. "Nossa primeira cliente foi a Calvin Klein, que é cliente até hoje. Atendemos companhias como Riachuelo, Magazine Luiza, Pernambucanas, Santander. Faz mais sentido para a gente porque a recorrência é maior. Afinal, quantas vezes o computador de uma pessoa quebra no ano? Numa loja, quase toda semana eles precisam de manutenção", afirma Fábio Freire, sócio-fundador da empresa ao lado de Tiago Lira e Gustavo Ferreira. A FindUp funciona por meio de um aplicativo ou site. Assim como em serviços como o Uber, o cliente cria uma conta e, quando precisa de serviços de manutenção ou conserto de computadores, chama um técnico por ali. Para fazer o chamado, o cliente precisa dar algumas informações sobre o problema. Assim, a solicitação é encaminhada para o técnico mais apto para atendê-la. Os técnicos associados à plataforma da FindUp são microempreendedores individuais. Para fazer parte dela, eles precisam se cadastrar e fazer alguns testes de conhecimento, que vão determinar que tipo de chamados eles estão capacitados para atender. "Também fazemos uma checagem de quem é aquele profissional, verificando seus documentos e até antecedentes criminais", explica Freire. Atualmente, são mais de 10 mil técnicos associados e a plataforma está disponível em todas as cidades brasileiras com mais de 100 mil habitantes. Segundo o executivo, o aporte recebido pela DOMO Invest será usado para aprimorar sua "máquina de vendas". "Dentro dessa caixinha estão serviços de marketing, de comércio digital, a contratação de mais vendedores e de estratégias para fortalecer a nossa marca", explica. Até então, a companhia só havia recebido um investimento inicial, no valor de R$ 600 mil, feita pela 4Z Investimentos como investidor anjo. Segundo Marcello Gonçalves, sócio-fundador da DOMO Invest, o investimento na startup se deu pela oportunidade que a companhia representa, especialmente em um momento em que a demanda por serviços digitais é maior, devido a pandemia. "A gente sempre procura startups que solucionem problemas de grandes empresas, o nosso foco é ajudar grandes companhias a ganhar produtividade. E é isso que a FindUP faz. Ela tem um time que gostamos muito e um mercado grande, que nesse momento tende a ganhar muito", afirma o executivo. Com o investimento, a DOMO passa a ter uma participação na startup. Gonçalves afirma, no entanto, que a participação é minoritária. "Sempre temos entre 10% e 20% das empresas que participamos", afirma.


Por Nathália Larghi, Valor Investe — São Paulo

Akurat Consultoria Empresarial
Rua Dr. Cesar, 1161 - Conj. 505
Santana- São Paulo - SP

mail: akurat@akurat.com​.br