top of page

Família Fares, da Marabraz, põe galpões à venda por mais de R$ 2 bi



A família Fares, dona da varejista Marabraz, resolveu transformar parte de seus ativos imobiliários em caixa. Investidores do segmento há anos, os Fares contrataram o Bradesco BBI para assessorá-los na venda de um conjunto de seis galpões logísticos na Grande São Paulo, apurou o Pipeline. A transação pode superar R$ 2 bilhões, considerando a localização dos imóveis (quanto mais próximo da capital, maior o valor) e área locável, disseram duas fontes. Os galpões têm diferentes inquilinos do varejo, sem concentração na Marabraz. Os Fares investem principalmente por meio do veículo LP Administradora de Bens. Entre os ativos do portfólio está um complexo logística em Cajamar, galpões em Franco da Rocha, Anhanguera, Barueri e a antiga sede da editora Abril, arrematada em leilão há dois anos. Assim como no processo de venda de quatro centros de distribuição do Carrefour, o desafio é encontrar fundos capitalizados que não dependam de captação agora - a fonte secou para os FIIs, mas há family offices avaliando esse tipo de ativo.

O Pipeline não conseguiu contato com os Fares por meio das empresas do grupo.


7 visualizações0 comentário
bottom of page