Dono da West Coast, Grupo Priority entra com pedido de recuperação judicial

O Grupo Priority, dono das marcas West Coast e Cravo & Canela, solicitou recuperação judicial na manhã desta segunda-feira (16). Em nota, a empresa, localizada em Ivoti, garantiu que seguirá em “pleno funcionamento”.


Os 700 funcionários do conglomerado estão distribuídos na matriz, em Ivoti, e em dois parques fabris, no estado de Sergipe.De acordo com a empresa, os empregos dos colaboradores estão assegurados após o término das férias coletivas - que ocorrem entre os dias 20 de dezembro e 6 de janeiro. Não há previsão de demissões. O Grupo Priority tem mais de 32 anos de atuação e presença em 40 países, nos cinco continentes.


O pedido de recuperação judicial foi ajuizado na Vara Regional de Direito Empresarial da Comarca de Novo Hamburgo, conduzido pela Medeiros, Santos e Caprara Advogados. Caso a Justiça autorize o pedido, a companhia deve apresentar o plano de recuperação - que, segundo a empresa, é baseado na consolidação de novas estratégias nas áreas de vendas e no desenvolvimento de produtos. Uma assembleia geral de credores será convocada para que o plano possa ser executado.


O motivo da solicitação, segundo o grupo, foi a crise no setor calçadista. A empresa afirmou que a medida é necessária para pagar os credores e para a continuidade do processo de reestruturação financeira. Os pagamentos futuros que não estarão sujeitos à recuperação judicial devem ser realizados normalmente.


Publicado em: jornaldocomercio.com



Akurat Consultoria Empresarial
Rua Dr. Cesar, 1161 - Conj. 505
Santana- São Paulo - SP

mail: akurat@akurat.com​.br