Docket levanta R$ 35 milhões


A Docket, startup que realiza busca, pré-análise e gestão de documentos, captou um valor aproximado R$ 35 milhões em rodada série A. O aporte teve a participação dos fundos de investimentos KaszeK, Valor Capital, ONEVC, Canary e Wayra. Fundada em 2016, a empresa foi criada por Pedro Roso (CEO), Rodrigo Lopes (CTO) e Flávio Castaldi (COO).

Fundada em 2016, a empresa foi criada por Pedro Roso (CEO), Rodrigo Lopes (CTO) e Flávio Castaldi (COO).

Roso e Lopes trabalharam juntos no Zolkin, um aplicativo que converte moedas virtuais em descontos, onde o primeiro foi head de marketing e o segundo, líder da equipe técnica. Já Castaldi tem a maior parte da sua experiência no mercado imobiliário. As soluções da legaltech agilizam a atuação de empresas com documentos relacionados a diferentes operações, como liberação de crédito, CPR, desenvolvimento imobiliário, due diligences, controle de certidões, desenvolvimento imobiliário, gestão patrimonial e controles fiscais. "Queremos reforçar cada vez mais a nossa proposta de ajudar as empresas a ganharem eficiência operacional, não apenas para que elas possam fechar negócios de maneira mais rápida e dinâmica, mas também para desenvolver seus talentos na resolução de questões mais assertivas e eficientes dentro das corporações”, afirma Pedro Roso, CEO da Docket. Com a solução da startup, é possível solicitar documentos de diversas esferas, escolhendo o órgão emissor e a certidão desejada, com a resolução de todas as etapas de emissão, pagamento e controle de qualidade dos mesmos. Com a visibilidade de cada estágio do processo, o usuário ainda é avisado quando o download do arquivo está disponível. Já a pré-análise de documentos é feita em segundos através de inteligência artificial e machine learning. “Acreditamos que soluções baseadas em inteligência artificial podem ajudar no crescimento do Brasil, e na evolução de toda a economia. Estamos muito felizes com o investimento na Docket, que desburocratiza a gestão de empresas, contribuindo para a sua eficiência”, garante Michael Nicklas, sócio do Valor Capital Group. Segundo a Docket, o intuito da startup é minimizar a fricção com diversos órgãos públicos no dia a dia das pessoas, para que elas possam resolver seus problemas de maneira mais ágil com resultados mais efetivos. “Temos por premissa investir em fundadores que buscam resolver problemas enormes usando tecnologia. No caso da Docket, este problema é bem conhecido e se chama burocracia, que custa dinheiro e tempo para as grandes empresas do Brasil”, ressalta Bruno Yoshimura, um dos fundadores da ONEVC. Atualmente, a Docket trabalha com clientes de mais de 20 segmentos, entre eles serviços financeiros, agronegócio, construção, indústrias, varejo, shoppings, redes de supermercados, energia e telecom. “Nós estamos muito felizes em apoiar empreendedores do calibre do Pedro, Flávio e Rodrigo na missão de desburocratizar o Brasil. Quando avaliávamos o nosso investimento na empresa, recebemos um ótimo feedback de todos os clientes da Docket", afirma Santiago Fossatti, sócio da Kaszek Ventures.


Publicado em Baguete.com.br


Akurat Consultoria Empresarial
Rua Dr. Cesar, 1161 - Conj. 505
Santana- São Paulo - SP

mail: akurat@akurat.com​.br