top of page

Depois de PCHs, Pátria compra também eólicas da ContourGlobal

O Pátria Investimentos acaba de fechar a compra de quatro projetos eólicos da ContourGlobal no Piauí. Com isso, a gestora concluiu a aquisição de 100% do portfólio de ativos renováveis da Contour no Brasil e vai passar a operar a holding da empresa no país.


A aquisição foi feita por meio do fundo de Infraestrutura IV do Pátria, que tem cerca de R$ 10 bilhões sob gestão. No ano passado, o Pátria já havia adquirido nove pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) da ContourGlobal no Brasil por R$ 1,7 bilhão, que somam 167 MW de capacidade instalada.


Agora, leva os parques eólicos Asa Branca, Chapada I, Chapada II e Chapada III, que totalizam cerca de 600 MW de capacidade instalada. A gestora também adquiriu a participação acionária de 49% que era detida pela Eletrobras nos projetos Chapada I e Chapada II. Os ativos da Eletrobras estavam contabilizados por R$ 222 milhões no balanço da empresa do terceiro trimestre e geraram um prejuízo por equivalência patrimonial de R$ 9,8 milhões.


Os ativos já são operacionais, com contratos de venda de energia, e serão operados pela plataforma de energia renovável do Pátria, a Essentia Energia. “Temos preferência por investir em projetos greenfield de energia renovável, mas neste acaso, os ativos já estão operacionais, mas vemos oportunidade de melhorar a eficiência dos projetos”, diz Marcelo Souza, sócio do Pátria.


Os preços mais baixos da venda de energia nos leilões têm reduzido a viabilidade financeira de projetos greenfield de energia renovável. O Pátria vai continuar a olhar oportunisticamente a aquisição de outros ativos já operacionais, segundo Souza.


O Pátria vem ampliando seu portfólio de energia renovável em diferentes frentes. Além da Essentia, é investidor da Élis Energia, plataforma com foco em projetos de geração distribuída de energia no Brasil onde a gestora também vê potencial para expansão, e a Arke, controlada pelo Pátria em sociedade com Mitsubishi e Shell, que opera uma usina termelétrica em Macaé, no Rio. Juntos, os ativos somam 2,5 gigawatts de potencial de capacidade instalada.



10 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page