Credores aprovam plano da Saraiva



Credores reunidos no Club Holms, na região da Avenida Paulista, em São Paulo, finalmente aprovaram o plano de recuperação judicial da Saraiva. Os representantes de 82% dos créditos aceitaram a proposta.


Pela nova proposta, os credores estratégicos fornecedores - aqueles que forneçam produtos de revenda - podem se tornar credores fornecedores incentivadores desde que concordem em dar crédito de no mínimo 35% do valor total devido, incluindo produtos já faturados e não pagos e aqueles que estão em consignação.


Para estes, a Saraiva propõe o pagamento de 60% do valor devido parcelado em 15 anos, com escalonamento progressivo: nos dez primeiros anos, a empresa propõe pagar 2,66% do total devido a cada ano e esse percentual cresceria no decorrer dos anos, indo para 6,8% no 11º ano; 15,26 no 12º; 18,01% nos anos 13 e 14 e finalizando com 18,08% no 15º ano.


Os 40% restantes seriam pagos com 50% da geração de excedente do seu caixa, conforme laudo de viabilidade econômico-financeira apresentado pela consultoria Galeazzi.


Os fornecedores incentivadores também poderão optar por receber esses 40% em bônus conversíveis em ações da Saraiva, respeitando a proporção de 33% em ações ordinárias e 66% em preferenciais.


Para os credores que não toparem as condições impostas aos incentivadores, valem as regras anteriores: 5% do total da dívida parcelados em 14 anos e o restante pago com o excedente do caixa conforme demonstrado pela Galeazzi no já referido laudo.


Publicado em: publishnews.com.br


Akurat Consultoria Empresarial
Rua Dr. Cesar, 1161 - Conj. 505
Santana- São Paulo - SP

mail: akurat@akurat.com​.br