Confira os principais investimentos em startups em junho



Veja a lista de alguns dos investimentos em Startups anunciados em Junho de 2020:

Fusões No mês de junho a Stone, fintech de serviços financeiros e pagamentos, anunciou uma série de investimentos e parcerias com startups de diversos segmentos. O destaque vai para a aquisição da startup de saúde Vitta, que trabalha com gestão de planos de saúde corporativos e soluções de software para telemedicina. A empresa, que tem uma rede de 15 mil médicos, oferece planos de saúde adaptados para pequenas e médias empresas, além de startups. No início de junho, a mLabs, startup fundada em 2015 que oferece serviços para gerenciamento de redes sociais, também anunciou uma sociedade com a Stone. Com sede em São José dos Campos, em 2019, recebeu sua primeira rodada de investimentos feita pela Domo Invest. Agora, com a novidade, a Stone passa a ser também sócia investidora da mLabs. A outra parceria de investimento feita pela empresa durante a pandemia foi feita com a Delivery Much, startup de delivery que atende diversos segmentos pelo Brasil. A Stone entrou com um investimento minoritário estratégico, o que não tira a autonomia da Delivery em suas ações. Apesar da negociação ter sido efetivada recentemente, a relação com a fintech já vem desde 2019. Em entrevista ao Startupi, Augusto Lins, presidente da Stone, salienta que a série de investimentos em startups de diversos segmentos ocorre de acordo com as demandas de clientes, as soluções inovadoras e as tendências do mercado. Conforme o presidente, a estratégia inclui o fornecimento de soluções de software adicionais aos comerciantes, integradas aos pagamentos e plataformas financeiras da Stone e que têm o objetivo de ajudá-los a gerenciar e expandir melhor seus negócios. Aquisições A XP anunciou a aquisição de participação majoritária na fintech Fliper, plataforma de consolidação automatizada de investimentos, que oferece aos seus usuários conectividade e ferramentas para realizarem uma autogestão financeira intuitiva e inteligente. E também da fintech Antecipa, plataforma digital de antecipação de recebíveis, que tem como objetivo proporcionar uma maneira mais eficiente para que as empresas rentabilizem suas posições de caixa e, também, ofereçam uma alternativa mais econômica para o financiamento de fornecedores. Dessa forma, a XP acelera o movimento do Open Banking no Brasil e passa a oferecer aos seus clientes mais um diferencial para administrarem os seus investimentos. A aquisição também faz parte da estratégia de crescimento da companhia e demonstra o potencial que a companhia enxerga nas fintechs, buscando sempre atrair os melhores empreendedores do país para oferecer aos clientes, cada vez mais, uma completa e melhor plataforma de investimentos. A XP Seguridade, braço da XP, que engloba todos os negócios de seguros da companhia (XP Seguros e XP Corretora de Seguros), também anunciou a aquisição da DM10, um marketplace que conecta centenas de distribuidores autônomos a produtos de Vida e Previdência das seguradoras, agregando valor com tecnologia e treinamento. O valor da transação não foi revelado. Dessa forma, a XP amplia a sua presença comercial e a sua rede de distribuição no segmento, fortalecendo ainda mais a estratégia de Seguridade. Outros Lançamentos O mês de junho foi marcado por diversas manifestações contra o racismo após a morte de George Floyd, cidadão negro dos Estados Unidos. Diante dos acontecimentos, o SoftBank lançou um fundo de US$ 100 milhões para investir em companhias lideradas por empreendedores negros. Chamado de “Fundo de Oportunidade para o Crescimento” e focado nas comunidades negra e latina dos Estados Unidos, o fundo é o maior de seu tipo, segundo a companhia. Também no mês de junho, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Qualcomm Ventures LLC, braço de investimento da Qualcomm Incorporated, selecionaram a Indicator Capital como gestora de fundo de investimento em participações focado em startups que desenvolvam produtos e serviços para Internet das Coisas. A expectativa é que o fundo levante R$ 160 milhões para investir no Brasil em empresas em estágio inicial de desenvolvimento, sendo que o BNDES e a Qualcomm Ventures já se comprometeram a aportar até R$ 40 milhões cada. Outros investidores serão convidados a participar e auxiliar na composição do valor total. O objetivo das empresas com o lançamento do fundo é fomentar o setor de IoT no Brasil. Autor: Fernanda Santos

https://startupi.com.br/2020/07/confira-os-principais-investimentos-em-startups-em-junho/


4 visualizações
Akurat Consultoria Empresarial
Rua Dr. Cesar, 1161 - Conj. 505
Santana- São Paulo - SP

mail: akurat@akurat.com​.br