Brasileira Dinamo investe R$ 3,5 milhões em internacionalização



A Dinamo Networks, especialista em segurança para identidade digital, investiu R$ 3,5 milhões para internacionalizar a operação. A empresa iniciará a estratégia por Peru e Paraguai. Segundo a empresa, o investimento foi aplicado na contratação de colaboradores, treinamento e ampliação de produtos e serviços, considerando a demanda de ambos os países.


Para conquistar os países vizinhos, a companhia afirma que suas soluções contam com um mix de hardware e software e têm como diferencial a consultoria. 


Como estratégia de crescimento, a expansão via parceiros abrange toda a América Latina e Europa. Já no Brasil, também haverá expansão agressiva. A Dinamo busca fechar 200 novas parcerias com empresas de tecnologia e Certificadoras Digitais em 2019.


No Peru, a empresa que representará a Dinamo estima movimentar R$ 400 mil com a comercialização das tecnologias brasileiras já no primeiro ano. Por questões contratuais, a empresa não revelou nomes.


No Paraguai, é a Magmait que representará a companhia. O foco é ampliar o uso de identidade digital no setor público. Segundo um dos sócios, Magno Oliveira, foram os resultados dos projetos brasileiros da Dinamo Networks voltados para o setor público, além da sólida estrutura que atraiu o interesse da companhia em levar as tecnologias da brasileira para o mercado paraguaio.


A Magmait já gerencia dois projetos com o Governo do Paraguai que demandará a comercialização de 12 mil pockets, dispositivo portátil para guarda e gerenciamento de múltiplos certificados digitais.


“Nos últimos anos, Leis para proteção de dados foram sancionadas e as empresas ainda estão se adequando a elas. Como trata-se de uma movimentação recente e a Dinamo Networks atende de forma integrada todos os requisitos, tanto do setor público quanto do privado, acreditamos que a empresa brasileira é a mais preparada para iniciar a transformação do nosso mercado”, destaca Oliveira.


Aqui no Brasil, a empresa também estima dobrar o crescimento de seu negócio em 2019, impulsionado pela Lei Geral de Proteção de Dados.


Segundo Marco Zanini, CEO da empresa, a LGPD e os avanços das obrigatoriedades no uso de Certificados Digitais, alinhados ao reaquecimento da economia, refletirão no crescimento do mercado de segurança de dados.


Ele ainda reforça que a desmaterialização, conceito que define atendimentos digitais como o Internet banking, apresenta um gap: saber se você é realmente você do outro lado do dispositivo.


“Quando você acessa o Internet banking, como saber se é você mesmo quem está ali? Quando você acessa o governo para pedir algum documento, certidão ou serviço, como o governo vai identificar que é realmente você do outro lado do dispositivo ou telefone. Isto esbarra na necessidade da identidade digital. É uma forma de identificar o cidadão no mundo virtual.


Uma forma que o Brasil achou de fazer isto foi com a Certificação Digital. Nesse contexto, o mercado externo apresenta potencial ainda maior que o Brasil quando o assunto é identidade digital.


Com este projeto de canais no Brasil, Europa e toda a América Latina, a Dinamo Networks acredita que conseguirá massificar ainda mais a divulgação da tecnologia. No Brasil, o projeto contempla as seguintes praças: Sudeste (incluindo o interior de SP); Sul; Centro-Oeste (DF) e Nordeste, com foco em Fortaleza, Recife e Salvador.


A previsão é alcançar a abertura de 200 canais no Brasil até o final do próximo ano.


Publicado em: Computerworld

33 visualizações
Akurat Consultoria Empresarial
Rua Dr. Cesar, 1161 - Conj. 505
Santana- São Paulo - SP

mail: akurat@akurat.com​.br